IGVS-Xunta-Galicia-1

O Instituto Galego de Vivenda e Solo (IGVS), é um organismo autónomo de carácter comercial e financeiro, adscrito à Secretaria do Meio-Ambiente, Território e Infra-estruturas da Junta da Galiza criado por lei em 1988, como instrumento para desenvolver as políticas de habitação e solo.

As funções do IGVS, entre outras são:

  • Elaborar e propor à Secretaria os planos e os programas em matéria de habitação e solo, bem como a sua gestão.
  • Proposta de elaboração de disposições para o desenvolvimento das políticas de habitação e solo.
  • A realização de estudos sobre a oferta e a procura de habitações, o estado do parque imobiliário e residencial, património urbano e rural e quantos estudos e análises sejam necessários para o estabelecimento das políticas de habitação e solo.
  • A promoção pública de habitações de protecção oficial e a sua gestão.
  • O estudo e a proposta das disposições relativas a materiais, novas tecnologias, processos de poupança energética e de edificação sustentável.

A preocupação pelas alterações originadas pelas alterações climáticas e as suas consequências, cujas evidências foram recolhidas no Projecto CLIGAL e posteriormente no projecto ADAPTACLIMA I, converteu-se nos últimos tempos numa prioridade na Galiza, e particularmente as vias a seguir para a redução de emissões, a promoção das energias renováveis e a consciencialização dos problemas derivados das alterações climáticas.

A inércia, os atrasos e a irreversibilidade do sistema climático são factores muito importantes a ter em conta e, quanto mais se tarde forem tomadas essas medidas, menor será a reversibilidade dos efeitos do aumento das concentrações dos gases com efeito de estufa.

Neste âmbito, resulta imprescindível o compromisso de todos e todas no trabalho pela preservação do meio-ambiente. Por isso,  a Junta trabalha através da Estratégia Galega Frente à Alteração Climática, e em particular com o IGVS e as actividades previstas do projecto ADAPTACLIMA II para tratar de capitalizar e implementar os resultados obtidos e as estratégias frente à alteração climática dentro do âmbito das suas competências.

Além de participar nas reuniões e acções conjuntas deste projecto, o IGVS coordenará as actividades dentro dos grupos de capitalização em concreto, em quanto à transferência de resultados no âmbito da regulamentação e a gestão pública, o IGVS articulará:

  • A regulamentação técnica da habitação VPP adaptada à alteração climática.
  • Manual de recomendações para a reabilitação com critérios de sustentabilidade.
  • Desenhará um módulo formativo universitário em relação com a adaptação das edificações à alteração climática.

O Instituto Galego da Habitação e Solo (IGVS) em matéria de gestão de projectos já participou no programa da zona no Interreg III C no projecto PAGUS, e no programa Interreg IVB no projecto ADAPTACLIMA I como coordenador, ambos  projectos europeus de coesão e de dimensão transnacional.

Instituto Galego de Vivenda e Solo